FALANDO SOBRE GRATIDÃO

gratidao

FALANDO SOBRE GRATIDÃO
Por Fernanda Aquino M. Rizzo | Psicóloga e Terapeuta

 

Diferente do que a maioria das pessoas pensam, a gratidão não é um tema que surgiu recentemente, ela já vem sendo estudada há mais de 100 anos, talvez até mais, por profissionais de diversas áreas e já era citada por psicólogos renomados. Melanie Klein, psicóloga e psicanalista dizia que “O SENTIMENTO DE GRATIDÃO É UMA DAS MAIS CLARAS EXPRESSÕES DA CAPACIDADE DE AMAR. A GRATIDÃO É UM FATOR ESSENCIAL PARA ESTABELECER A RELAÇÃO COM O OBJETO BOM E APRECIAR A BONDADE DOS OUTROS E A SUA PRÓPRIA. ”

 

Psicólogos afirmam que quando desenvolvemos a capacidade de sermos gratos é que conseguimos, de forma legítima, estabelecer a troca de amor nas relações. A gratidão é vista por muitos estudiosos como uma das expressões do amor. Ela não se limita apenas ao ato da recompensa, a gratidão é um sentimento profundo, uma expressão da alma, e assim como o amor tem um caráter terapêutico, já que melhora, em diversos aspectos, a qualidade de vida das pessoas que conseguem senti-la e colocá-la em prática.

 

A gratidão pode ser um estado de satisfação e alegria, um sentimento que gera movimento, já que faz nascer um compromisso em retribuir o que se recebe. Em certas situações, nos sentimos tão gratos por algo, que sentimos a necessidade de retribuir este sentimento, compartilhar, passar adiante, a gratidão gera uma movimentação pelo compromisso com aquilo que nos foi concedido, e então se concretiza através de ações e atitudes.

 

Quando não somos gratos ou achamos difícil encontrar coisas boas em nossa vida para agradecer, achamos que o mundo nos deve de alguma forma, que não recebemos o suficiente, e isso nos traz uma sensação de escassez, de falta. Nos colocamos como vítimas das circunstâncias, ficamos focados nas dificuldades e ignoramos tudo o que nos foi dado até agora, tudo de bom que já nos aconteceu, todas as conquistas que tivemos desde o dia do nosso nascimento até o momento presente, é como se, de certa forma, nós negligenciássemos tudo o que foi vivido e recebido, e isso nos paralisa, nos deixa estagnados em um estado de falta de recursos, nos sentimos sem esperança e, muitas vezes, perdemos até a fé.

 

A gratidão nos deixa em harmonia com o todo, ficamos em paz com o nosso passado e acolhemos o presente com amor abrindo espaço para que o futuro aconteça de forma leve e fluida. Ela nos traz uma sensação de bem-estar e completude por que quando agradecemos, aceitamos quem somos e tudo o que nos trouxe até aqui, todos os caminhos que trilhamos e todos os acontecimentos.

Se você quer ser feliz, seja grato. As pessoas tendem a achar que a felicidade nos torna gratos, mas na verdade, é a gratidão que nos torna pessoas felizes, e é esta a grande sacada.

Ser grato nos traz uma sensação de suficiência, de abundância, a gratidão é também uma programação mental que nos faz ser capazes de olharmos para o que temos, e não para o que nos falta, e isso gera um condicionamento em nossa mente dando origem a padrões positivos de pensamento e comportamento.

O ato de agradecer é muito poderoso e ajuda a mudar o nosso “mindset”, conseguir ver o “copo meio cheio” é uma maneira de perceber os fatos da vida de forma positiva, encarando as adversidades como oportunidades de crescimento e superação e não como obstáculos.

 Quando agradecemos, mudamos a nossa percepção da realidade, das coisas que acontecem a nossa volta, passamos a focar nossa atenção naquilo que desejamos e que nos faz bem, é uma ferramenta maravilhosa que nos ajuda a enxergar a vida de forma mais plena e satisfatória.

 

Conforme adquirimos o hábito de agradecer, nossa mente aprende a priorizar os motivos que temos para sermos gratos, e assim, mudamos nossa dinâmica de vida e o nosso olhar diante das situações. Quanto mais agradecemos, mais somos gratos e descobrimos mais motivos para agradecer. Pessoas gratas, geralmente, são pessoas alegres que têm um olhar generoso para com a vida. Pesquisadores chegaram à conclusão que quando conseguimos ser gratos pelas pequenas coisas do dia a dia, como um sorriso de um estranho na rua, um jantar em família, um momento de silêncio junto à Natureza, isso pode gerar grandes mudanças, inclusive cerebrais.

 

Quanto mais você praticar a gratidão, mais propenso você estará a senti-la espontaneamente no futuro. Estudos comprovaram que pessoas gratas são mais felizes, otimistas, empáticas e sofrem menos de depressão e estresse. Todos os que se tornam gratos gozam de mais saúde física, emocional e psíquica, porque se conectam com a alegria de viver e com o sentimento de abundância.

 

Se pararmos para refletir, cada dia que nos é concedido, não é apenas um dia de nossa vida, e sim, o dia que nos foi dado, um presente da vida, e se conseguirmos ter esta percepção, o único sentimento possível será o de gratidão.

Agradecer é uma forma incrível de fortalecer nossa conexão com o Universo, pois quanto maior for nossa gratidão, mais amor, alegria e prosperidade ele nos enviará. Quanto mais você reconhece o que está recebendo, mais vontade de dar e retribuir você tem e isso gera um fluxo de prosperidade. A gratidão é um hábito que pode ser construído a cada dia. Que tal começar a praticar hoje?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *