A IMPORTÂNCIA DE SE FAZER BOAS PERGUNTAS

A IMPORTÂNCIA DE SE FAZER BOAS PERGUNTAS

30/09/2018 Coaching Desenvolvimento Humano PNL Psicologia Psicologia Positiva 0
A importância de se fazer boas perguntas - blog inner self - Fernanda A. M. Rizzo - Psicologia Positiva - PNL

 

A IMPORTÂNCIA DE SE FAZER BOAS PERGUNTAS
POR FERNANDA A. M. RIZZO | PSICÓLOGA E TERAPEUTA

A importância de se fazer boas perguntas
Tony Robbins fala em seu livro “Desperte Seu Gigante Interior” que pensar nada mais é do que o processo de fazer e responder perguntas, um diálogo interno infinito, que algumas vezes é consciente, como quando estamos presenciando alguma situação e nos perguntamos: “Será que isso é certo? Será que isso é errado?” e automaticamente temos uma resposta, que gera uma outra pergunta, e assim sucessivamente; outras vezes, e talvez na maioria delas, esse diálogo aconteça no plano do não consciente, mas nem por isso ele deixa de existir. A PNL fala que somos compostos por partes que interagem e se conversam o tempo todo… essa comunicação também acontece através de perguntas, que muitas vezes não ouvimos, mas que o nosso corpo responde através de uma emoção, que pode ser positiva ou não, e de manifestações físicas, o coração acelera, dá um embrulho no estômago, febre, frio, tudo isso como resposta a alguma pergunta que gerou uma incongruência entre as partes mostrando que elas discordaram em relação à resposta dada por uma delas. Podemos chamar isso de conflito. Ou seja, consciente ou inconscientemente, na maior parte do tempo, diariamente, nós estamos fazendo e respondendo perguntas e mais perguntas sem parar.

É justamente por isso, que se quisermos mudar a qualidade do que pensamos e nutrimos em nossa mente, precisamos mudar as perguntas que fazemos para nós mesmos e para quem está à nossa volta. As perguntas são importantes porque elas direcionam o foco da nossa atenção e consequentemente o foco da energia direcionada para os nossos pensamentos e sentimentos.

A Psicologia Positiva fala sobre o poder das perguntas e traz uma mudança no olhar que temos em relação ao ser humano, direcionando o foco para o que funciona e para o que há de bom dentro de cada um. As perguntas direcionam a nossa atenção para um determinado foco e isso faz com que deixemos de prestar atenção nas demais informações disponíveis naquele momento. Nosso foco influencia como experenciamos a vida e, muitas vezes, ficamos agarrados aos problemas ao invés de focarmos na solução porque fomos ensinados a fazer perguntas que nos deixam presos nos mesmos buracos.

Com perguntas assertivas e positivas, podemos focar nos nossos recursos, qualidades, capacidades, habilidades, e esse novo olhar, pode nos mostrar outras saídas, novas portas que provavelmente não havíamos aberto antes. “Nossas perguntas determinam nossos pensamentos.” e tudo que colocamos a nossa atenção se expande, cresce e ganha força, além disso o nosso cérebro tem uma incrível habilidade, que a ciência chama de neuroplasticidade, que é a capacidade de formar novas conexões sinápticas, traduzindo, quanto mais você treina um caminho, mais aquele caminho é feito. Treine o caminho de se fazer boas perguntas e construa uma trilha positiva, focando sua atenção no que funciona para ter uma vida mais feliz, saudável e produtiva.

Visite o Instagram @fernanda.a.m.rizzo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *